Conheça os maiores desafios da interoperabilidade na saúde

Interoperabilidade na Saúde
interoperabilidade na saúde

O que é a interoperabilidade na saúde?

Muito mais do que um conceito, a interoperabilidade é essencial para otimizar processos, reduzir custos e melhorar a qualidade das comunicações, seja no atendimento médico ou em outras esferas. Um exemplo de como a interoperabilidade na Saúde pode ser empregada é pela integração entre sistemas relativos aos prontuários dos pacientes e atestados.

No setor de Saúde, a interoperabilidade tem uma importância estratégica. Dados relativos ao mês de junho/2021 mostram que há 43,2 milhões de usuários em planos de assistência médica. Houve um crescimento de mais de 620 mil usuários entre janeiro e junho.

Esse número é um exemplo do potencial de crescimento do setor, e as empresas buscam ganhar competitividade para conquistar espaço nesse mercado. Por isso, tornar seus processos mais eficientes e eficazes é uma prioridade, sendo a interoperabilidade um dos caminhos para promover esse aperfeiçoamento.

Mesmo com todos os benefícios, a implementação não é algo simples, por isso, hoje, apresentamos os maiores erros e desafios na interoperabilidade na saúde. Vamos ver? 

indicadores de interoperabilidade;
indicadores de interoperabilidade;

Escolha das tecnologias

Para que a implementação desta nova modalidade seja eficiente, é essencial contar com soluções e softwares adequados, capazes de atender às exigências clínicas e administrativas de cada empresa ou profissional. Por isso, tenha sempre em mente a contratação de um parceiro que tenha cases bem sucedidos.

Vocabulário Terminológico Da Medicina

A implementação da interoperabilidade gera alguns desafios para os gestores de instituições de saúde. Sua primeira missão é ter uma linguagem que se comunique com todas as áreas, mas essa missão torna-se difícil uma vez que o universo terminológico da medicina é imenso. Padronizar a terminologia na documentação clínica, coopera para uma atendimento do caso do paciente a nível universal.

Treinamento De Profissionais

Toda a tecnologia e automatização de processos requer uma equipe qualificada e que tenha conhecimento sobre a utilização de forma correta de todos os softwares e plataformas. Por isso, é necessário investimento em treinamento de todos os profissionais envolvidos.

Certificação sobre a segurança de informações médicas

Ao armazenar, centralizar e compartilhar dados de saúde, todas as informações devem ser asseguradas e protegidas. A segurança da informação do paciente é uma pauta muito em alta desde a introdução de novas tecnologias na medicina. Atualmente, além dos padrões já estabelecidos, em 2020, a LGPD entrou em vigor, prezando pela confidencialidade, integridade e disponibilidade desses dados.

Independente dos desafios, fica claro que investir na interoperabilidade é uma decisão que traz diversos benefícios, para o hospital e instituições, médicos, equipe hospitalar e principalmente para o paciente que está no centro de todo desenvolvimento de tecnologia em saúde. 

Ela torna o atendimento mais satisfatório para o paciente e otimiza todo o trabalho dentro da instituição. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.