Telemedicina regulamentada. Você está preparado?

Projeto que regulamenta a telemedicina é aprovado pela câmara de Deputados. O Projeto de Lei 1998/20 agora depende da aprovação do senado.

Na noite desta quarta-feira (27) A Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que autoriza e define um conceito para a prática da telemedicina, abrangendo todas as profissões regulamentadas da área da saúde.

O reflexo da pandemia

A pandemia ocasionada pelo corona vírus (SARS-CoV-2) implicou na tomada de diversas medidas provisórias pelo governo federal, sendo uma delas a Lei 13.989/2020, que autoriza o uso da telemedicina enquanto durar a crise em decorrência a pandemia. Sendo essa uma das ações tomadas na área da saúde para combater a proliferação do vírus.

Atendimento por telemedicina
Atendimento por telemedicina

Apesar disso, essa lei é de caráter excepcional, ou seja, quando a pandemia chegar a seu fim também deixará de ser efetiva. Porém devido aos impactos que essa lei proporcionou a sociedade enquanto está em vigor, tornou-se explícita a necessidade de incorporar as práticas de telemedicina ao escopo “tradicional” de atendimento médico que até então se conhecia. E é por isso que o Projeto de Lei 1998/20 que prevê a regulação da telemedicina no Brasil. 

Mas afinal, o que é telemedicina?

A telemedicina – uma área da telessaúde – é uma especialidade médica que disponibiliza serviços a distância para o cuidado com a saúde. Esse processo ocorre por meio de tecnologias digitais que promovem a assistência médica online a pacientes, clínicas, hospitais e profissionais da saúde. Essa troca de informações acontece através da internet, em plataformas online para acesso pelo computador, celular ou tablet.

Telessaúde remoto
Telessaúde remoto

Através da possibilidade de se romper as barreiras de deslocamento físico, a telemedicina surge como um importante suporte para a medicina tradicional. Levando a locais distantes o apoio de profissionais qualificados, de forma rápida, simples e eficiente.

Somado aos grandes avanços da tecnologia, os conceitos emergentes de Internet 3.0 e 4.0, além dos diversos dispositivos de captação de dados e configurações tecnológicas , ela pode eventualmente monitorar as condições de saúde do indivíduo remotamente e intervir quando detectar que algo está errado.

E você, já está preparado para a nova era do atendimento médico?

2 comentários em “Telemedicina regulamentada. Você está preparado?

  1. Igor Responder

    Extremamente interessante ver como a tecnologia está bem mais presente no dia-a-dia após a pandemia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.